sexta-feira, 20 de maio de 2016

Prefeitura de Guaratinguetá libera verba de R$ 150 mil para festa de Santo Antônio e Expoguará



Entidades beneficentes ganham barracas para levantarem recursos nos 13 dias de evento no Recinto de Exposições

O prefeito de Guaratinguetá, Francisco Carlos Moreira dos Santos, liberou hoje (19/05) a subvenção no valor de R$ 150 mil à Paróquia de Santo Antônio como forma de apoio ao megaevento que acontecerá do dia 1 a 13 de junho, no Recinto de Exposições, comemorando também os 386 anos da cidade. A festividade terá shows, apresentação de quadrilhas, barracas com gastronomia típica caipira, palestras, concurso leiteiro, provas de cavalos das raças mangalarga e pampa, além de muitas outras atrações.

Durante a assinatura da parceria, o administrador municipal afirmou que a cidade “está dando um grande avanço em eventos no Recinto”. E ainda recebeu representantes de entidades beneficentes da cidade que montarão, gratuitamente, barracas nos 13 dias de festa.

De tudo que as entidades venderem, 70% irão para os projetos internos desenvolvidos na cidade e 30% ficarão com a Paróquia de Santo Antônio, que também irá fazer doações para muitas entidades inscritas no Fundo Social de Solidariedade.

“Vocês são os grandes parceiros”, mencionou Francisco Carlos aos representantes das entidades que compareceram ao gabinete.


Solidariedade 
Para trabalharem nos 13 dias do evento, todas as entidades convidadas passaram por várias reuniões onde o foco foi o desenvolvimento de capacitações de olho na profissionalização dos serviços prestados. “Queremos que vocês se capacitem, se estruturem para que possam participar de todos os eventos, abrindo espaço para arrecadação de recursos. É mais uma fonte de renda”, explicou o organizador da festa de Santo Antônio e ExpoGuará, Wagner Blásio.

A diretora social da Apae (Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais), Eliana Giannico, disse que a entidade terceirizou a produção de lanches em sua barraca para agilizar o atendimento e dar um salto na qualidade do serviço oferecido à população. “É uma renda extra que vai nos ajudar muito. Foi bom darem esta abertura porque não tínhamos condições de tocarmos a barraca nos 13 dias do evento. A terceirização foi muito bem vinda e vai aumentar nossa arrecadação”, contou Eliana.

Segundo a representante do centro feminino da Fazenda Esperança (Mãe da Esperança), Marcela Nogueira, montar a barraca na festa será uma grande oportunidade para divulgação das fazendas que existem Brasil afora, onde milhares de dependentes químicos se recuperam. “Estamos muito gratos pela oportunidade”, agradeceu Nogueira.     

Participarão da festa com barracas as seguintes entidades: Creche Nova Vida, Apae, Guarda Mirim, Comunidade Anuncia-me, Casa do Puríssimo Coração de Maria, Casa Betânia, Fazenda da Esperança, Paróquia Santo Antônio, Fundo Social de Solidariedade e projeto Jovem em Cristo. 




Nenhum comentário:

Postar um comentário